Simplício Explica: assistente de estacionamento automático

 

Com o objetivo de facilitar a vida de motoristas que sofrem na hora de estacionar os seus carros, seja pelas vagas estreitas em grandes centros urbanos ou pelo caos da vida moderna, se criou o sistema de estacionamento automático. Visando aumentar o conforto e a segurança de condução em ambientes restritos, onde é necessária muita atenção para manobrar, o sistema atua movendo o veículo de forma automática, de um ponto de tráfego até o local de estacionamento.

O sistema de estacionamento automático é um conjunto eletrônico formado por sensores, câmeras e um módulo inteligente, que calculam e manobram o veículo dentro do espaço disponível da vaga, esterçando o volante adequadamente enquanto o motorista controla a velocidade e a frenagem, assim como a seleção das marchas

De maneira geral o sistema é projetado para auxiliar o motorista em situações de baliza ou estacionamento paralelo, porém já existem projetos com estacionamento horizontal para auxiliar em vagas muito estreitas, como por exemplo, garagens pequenas. 

 

 

Sua origem se deu no início dos anos 90, quando foram reinventados os sensores eletromagnéticos, adaptados por Mauro Del Signore. O primeiro protótipo foi criado pelo instituto francês INRIA, em meados de 1990, em um carro elétrico experimental chamado Ligier. Após o teste, as montadoras VW e Toyota propuseram o desenvolvimento dessa tecnologia em seus centros de pesquisa, mas foi a Toyota que saiu na frente lançando o Prius em 2003 com o sistema chamado Intelligent Parking Assist System (IPAS).

O sistema de estacionamento automático utiliza de vários métodos para detectar os objetos ao redor do veículo. Sensores são instalados nos para-choques, traseiro e dianteiro, e atuam como transmissores e receptores. Os mesmos emitem um sinal que reflete de volta quando um objeto é reconhecido nas proximidades do veículo, e são lidos pelo módulo inteligente que calcula a distância para o objeto. A maioria das montadoras utiliza ainda a câmera traseira como um parâmetro de leitura do sistema, podendo ter ainda mais câmeras em alguns veículos de luxo (visão 360°).

De forma prática, o motorista aciona o sistema que procura por uma vaga para o estacionamento. Quando o veículo encontra a vaga, o sistema solicita ao condutor que acione a marcha ré e controle o acelerador e o freio (em alguns casos somente o freio), enquanto faz a manobra automaticamente. Quando o carro atinge o limite traseiro avisado pelos sensores, um sinal sonoro avisa o motorista para a frenagem e a troca de marcha. Quando é completada a manobra de estacionamento, o veículo emite novamente um aviso sonoro avisando sobre o término da operação.

No esquema abaixo, encontrado no manual Electra do sistema SIMPLO, podemos ver o funcionamento elétrico do sistema.

 

 

 

 

 

Fonte:

Leia também

Simplício Explica: direção elétrica

Simplício Explica: direção elétrica

18/04/2019

Para iniciarmos o nosso artigo, antes de entrarmos diretamente no funcionamento do sistema de direção elétrica, vamos abordar sobre a direção como um todo. O sistema…

Saiba mais
: : Chevrolet Cobalt e outros 11 modelos recebem upgrades nos Mnuais Clima Car : :

: : Chevrolet Cobalt e outros 11 modelos recebem upgrades nos Mnuais Clima Car : :

15/04/2019

Abaixo você confere a lista completa de veículos adicionados aos manuais Clima Car: CHEVROLET Cobalt 1.8 8V Econo.Flex 106/108cv (N18XFF - LMD)/Multec H – (UPGRADE) Cobalt LS 1.4 8V…

Saiba mais
Simplo Manuais Técnicos Automotivos