Simplício Explica: Ar Condicionado

Manual, automático, de duas, três ou quatro zonas, o ar condicionado automotivo evoluiu ao longo dos anos.

Ele tem a função de transportar calor de um local até outro, por exemplo, retirar o calor do habitáculo para fora do veículo. Ele se utiliza de quatro componentes principais: o compressor, que irá transformar o movimento rotativo em pressão (1) e temperatura no líquido refrigerante; o condensador (2) recebe o fluído refrigerante em forma de vapor quente, que por sua vez será transformado novamente em líquido morno; o líquido chegará na válvula de expansão sob pressão, passando por um orifício e perdendo pressão e temperatura; O evaporador receberá o fluído refrigerante em estado líquido e frio, e tem o papel de transformar o líquido em vapor através da transferência de calor entre o líquido e o ar ambiente do motor.

Em termos de rendimento térmico não há diferenças entre o ar manual e o automático, já que utilizam os mesmos componentes, o que diferencia ambos é que o automático tem um controle mais refinado de temperatura, possibilitando escolher a temperatura ideal dentro do habitáculo, enquanto no manual é possível apenas escolher entre quente, frio e a intensidade do ar. Na figura 1, pode-se verificar o painel de comandos de um ar condicionado manual.


Figura 1 - Fonte: Portal Auto Shopping

No ar condicionado manual não há muito mistério: há um seletor com duas opções, quente e frio, um regulador de velocidade e um outro seletor para a área de saída do ar, como mostrado na imagem acima.

Seu funcionamento elétrico também é simples: o painel de comando envia os sinais das resistências do ventilador interno conforme o que for acionado, para a central de injeção que alimenta o relé de plena carga. O relé, comandado pela central, por sua vez aciona o compressor e faz girar todo o ciclo de resfriamento do ar, mostrado na figura 2, retirado do manual Clima Car, SIMPLO.

Figura 2 - Simplo

O funcionamento do ar condicionado automático é de fato um pouco mais complexo, envolvendo um ou mais sensores que monitoram tanto a temperatura externa, quanto a interna do veículo a todo o momento. O sistema entende a temperatura desejada pelo usuário através dos comandos no painel e administra o fluxo de ar refrigerado ou quente para que seja possível estabilizar o clima dentro do habitáculo conforme requerido.

Não muito diferente do ar manual, o automático se utiliza dos mesmos princípios, porém é monitorado por sensores e atuadores que controlam a temperatura e a velocidade de entrada do ar. Tudo isso controlado pela unidade de comando do motor e pela unidade de comandos do ar condicionado. A figura abaixo exemplifica um sistema elétrico de um ar condicionado automático encontrado no manual Clima car, sistema SIMPLO.

 


Figura 3 - Simplo

O Simplo conta com manuais específicos para a manutenção de sistemas de climatização automotivos, entre em contato para obter mais informações!

 

 

Fonte:

Leia também

Volkswagen domina últimas atualizações dos Manuais de Injeção Eletrônica da Linha Leve

Volkswagen domina últimas atualizações dos Manuais de Injeção Eletrônica da Linha Leve

13/03/2019

Abaixo você confere a lista de veículos organizados por marca, que receberam atualizações nos últimos meses nos manuais técnicos automotivos de Injeção…

Saiba mais
SIMPLÍCIO EXPLICA: CÂMBIO DSG

SIMPLÍCIO EXPLICA: CÂMBIO DSG

01/03/2019

O câmbio de dupla embreagem é uma variação do sistema de fricção com disco seco (fricção entre dois discos). Essa tecnologia também pode utilizar…

Saiba mais
Simplo Manuais Técnicos Automotivos